América Latina - A importância de conhecê-la

ESTREITANDO AS RELAÇÕES ENTRE PESSOAS DA AMÉRICA LATINA
 
Como latinoamericano, o meu objetivo com o desenvolvimento deste texto, além de oferecer uma diversidade temática referente a América Latina, é propagar a importância da conscientização da solidariedade, amizade e unidade entre os latinoamericanos.
 
Em 2004, eu e o professor Demétrius Fernandes desenvolvemos um projeto denominado "Los Embajadores de la Amistad - Os Embaixadores da Amizade" que tinha por objetivo estimular o interesse em diferentes culturas tão próximas na América Latina. Embora este projeto tenha conseguido o apoio de personalidades importantes no cenário nacional, não teve continuidade por muito tempo por falta de patrocínio.
 
. "A primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la.", Eduardo Galeano (Uruguai)

. "Enquanto não aprendermos nossa história, estaremos condenados a reescrever a história da nossa derrota - e não como farsa.", Julio José Chiavenato (Brasil)

Fórum Social Mundial - Porto Alegre, RS. Foto: Levis Litz

AMÉRICA LATINA

São 33 os países latino-americanos: o México, na América do Norte, 20 países da América Central e12 da América do Sul. Com enormes potenciais em recursos humanos e naturais, esses Estados possuem fortes laços culturais e históricos. O termo América Latina corresponde também a critérios econômicos e geopolíticos. Foi conquistada e colonizada por potências européias de idiomas latinos (português, espanhol e francês). Algumas possessões inglesas ou holandesas também são consideradas latino-americanas.

Sobre a origem do nome América Latina

. "Esse 'conceito' de latinidade surge quando Napoleão III decide conquistar o México. Para justificar-se e demonstar o 'direito' da França, ele criou uma América Latina, contrapondo-se à América Hispânica." (Fonte: Colombo, Fato e Mito, de Julio José Chiavenato - Brasil)

. "A maior parte do continente - do Rio Grande, fronteira dos Estados Unidos com o México, até o Cabo Horn - forma o outro conjunto que, em 1865, os franceses começaram a chamar de América Latina, em oposição aos Estados Unidos. (Fonte: História da América, de Florival Cáceres - Brasil)

FILMES

. A MISSÃO - THE MISSION - Filme de Roland Joffé - 125 minutos- 1986 - Inglaterra
Jesuíta espanhol vem à América do Sul (Brasil/Argentina) com o objetivo de construir uma missão e pregar o cristianismo aos indígenas da região. Com a ajuda de Rodrigo Mendonza (Robert de Niro), mercador de escravos convertido, tenta defender a área das contínuas agressões dos portugueses

. CRISTOVÃO COLOMBO - A AVENTURA DO DESCOBRIMENTO - CHRISTOPHER COLUMBOS - THE DISCOVERY - Baseada na história original escrita por Mario Puzo - Direção de John Glen - 120 minutos - 1992 - EUA - A aventura da descoberta da América, contada desde os seus primórdios, é antes a aventura imaginada por Cristóvão Colombo, muito próximo da heresia, e a luta por provar que o planeta é redondo. A desconfiança de reis, inquisidores e marinheiros desafia a determinação do célebre navegador genovês. A aventura de Colombo (George Corraface) é a aventura da razão, realizada por homens que se dispunham a arriscar sua própria vida para provar suas descobertas científicas.

. ESTADO DE SÍTIO - Direção de Constantin Costa-Gavras - França - Este filme-denúncia mostra a ação de Dan Mitrioni, agente norte-americano enviado ao Brasil e Uruguai para ensinar aos agentes de repressão técnicas de interrogatório e de tortura aos presos políticos.

. 1492 - A CONQUISTA DO PARAÍSO - 1492: CONQUEST OF PARADISE - Filme de Ridley Scott - 150 minutos - 1992 - Espanha / França / Inglaterra / EUA - Gérard Depardieu interpreta Cristóvão Colombo, um intrépido navegador que descobre uma nova rota para chegar às Índias, porém não deixa de estar sujeito às traições e carnificinas que suas viagens trariam como conseqüência. O filme trata das duas primeiras viagens que se tornaram um marco na vida desse almirante e nos leva à terceira e última etapa da deslumbrante aventura. Bravura e cegueira, triunfo e desespero e a arrogância do Velho Mundo, em contraste à inocência do Novo Mundo, sucedem, nessa ordem, uma história guiada por poder e paixão extremados.

LIVROS

. A VIDA QUOTIDIANA DOS ASTECAS NAS VÉSPERA DA CONQUISTA ESPANHOLA -
LA VIE QUOTIDIENNE DES AZTÈQUES À LA VEILLE DA LA CONQUÊTE ESPAGNOLE -
Jacques Soustelle - Este livro nos conta, como uma narrativa feita por testemunhas oculares, o que era a vida nas vésperas da Conquista. Um retrato de um povo plenamente vivo com suas grandes e pequenas aventuras do dia a dia e suas batalhas.

. CIDADES PERDIDAS E ANTIGOS MISTÉRIOS DA AMÉRICA DO SUL - LOS CITIES & ANCIENT MYSTERIES OF SOUTH AMERICA - David Hatcher Childress - Este livro é um relato do arqueológo viajante com conselhos e orientações úteis para quem estiver interessados em viajar pela América do Sul.

. COLOMBO, FATO E MITO - Julio José Chiavenato - Colombo explicado à luz das teorias científicas e religiosas de sua época. Com sua autoridade de grande conhecedor da história latino-americana, o autor inverte a ótica tradicional e passa a ver a "descoberta" com olhos latino-americanos, e não com a visão eurocentrista.

. O QUE O TIO SAM REALMENTE QUER - WHAT UNCLE SAM REALLY WANTS - Noam Chomsky - O autor faz uma análise política, econômica e social dos eventos mais importantes de nossos dias. Nesse livro ele descarrega chumbo grosso sobre a política externa dos Estados Unidos. Disseca, entre outros assuntos, o que realmente aconteceu na Nicarágua, na Guatemala, em El Salvador, no Chile, no Brasil, no Panamá e em outros lugares onde o Tio Sam passou com sua atuação desestabilizadora. Chomsky não poupa nem os ditadores, nem os políticos e militares corruptos, tampouco os exagerados politicamente corretos.

. A HISTÓRIA AMOROSA DE MANUELA E BOLÍVAR - Victor W. Von Hagen - A história se desenrola num dos períodos mais decisivos dos tempos modernos e tem como protagonistas os próprios arquitetos da história. Foi uma aventura de amor que agitou toda a América do Sul, porque Manuela Sáenz aliava sua beleza e capacidade e influência sobre Bolívar que resultava em efeitos políticos de grande alcance.

. AMAZÔNIA EM CHAMAS (CHICO MENDES) - THE BURNING SEASON - Baseado em fatos reais, sobre a vida de Chico Mendes - De: John Frankheimer - 128 minutos - 1994 - Brasil - Quando os empresários olharam para a Amazônia, ele viram dinheiro, oportunidade e o futuro. Nada poderia impedi-los de realizar seus objetivos. A não ser Chico Mendes. Desde sua infância, Chico Mendes (Raul Julia) foi testemunha das brutalidades cometidas contra seringueiros explorados por seus patrões. Ainda jovem, decidiu dedicar-se a uma luta em favor de justiça para o povo de sua região. De pequenas discussões com criadores de gado, passando pela liderança de seu sindicato, a uma campanha internacional contra a devastação da floresta amazônica, Chico Mendes acreditava no diálogo e em soluções sem violência. Acabou transformando-se em uma figura de importância nacional, um herói local, e um peso ainda maior para seus inimigos... até que uma emboscada marcou o fim de sua vida de dedicação e esperança.

. HANS STADEN - De: Luiz Alberto Pereira - 92 minutos - 1999 - Brasil - O filme conta a história de Hans Staden, viajante alemão que em 1550 naufragou no litoral do Estado de Santa Catarina. Dois anos depois, conseguir chegar a São Vicente, reduto da colonização portuguesa. Ali ficou dois anos trabalhando como artilheiro do Forte de Bertioga. Já se preparava para voltar à Europa, onde receberia o reconhecimento e o ouro de El-Rei de Portugal, por seus serviços prestados na Colônia. Staden tinha para si um escravo da tribo Carijó que servia o Forte. Em janeiro de 1554, preocupado com o escravo que havia desaparecido depois de sair para pescar, resolveu procurá-lo pelas redondezas. Em uma canoa navegou por um rio próximo, onde o escravo costumava pescar. Porém, em vez do Carijó, encontrou uma cruz fincada à beira do rio. A cruz tinha uma simbologia que Staden conhecia: era o sinal para os Portugueses chamarem os Tupiniquins; seus aliados. Ele, então, deu um tiro de mosquetão para chamar os Tupiniquins e obter notícias de seu escravo. Os Tupiniquins não apareceram, porém sete Tupinambás, tribo inimiga dos Portugueses, o cercaram e aprisionaram. Staden foi levado para a Aldeia de Ubatuba, onde seria devorado num ritual antropofágico.

. JENIPAPO - De: Monique Gardenberg - 95 minutos - 1995 - Brasil - As vésperas da votação de uma lei anti-reforma agrária, o principal defensor dos sem-terra, o padre Stephen Louis (Patrick Bauchau) mergulha num silêncio inexplicável e misterioso. Um jornalista estadounidense, Michael Coleman, tenta entrevistá-lo a todo custo. Obcecado, depois de inúmeras tentativas frustradas de entrevistar o padre, Coleman corrompe a própria alma e comete o mais grave dos crimes jornalísticos. O resultado daquela ação mudou o destino do país e daqueles dois homens.

. PRA FRENTE BRASIL - 105 minutos - 1983 - Brasil - Pacato cidadão de classe média é confundido com um ativista político, preso e torturado por agentes federais, durante a euforia do milagre econômico brasileiro e da Copa do Mundo de 1970.

Deuses latinoamericanos

ASTECAS
. Quetzalcoatl: senhor do conhecimento, deus do vento, do zodíaco e do calendário, representava o ocidente.
. Xipe Totec: deus do leste, irmão de Quetzalcoatl.
. Huitzilopochtli: deus da guerra e do sul, irmão de Quetzalcoatl.
. Tezcatilipoca: deus da noite e do norte, irmão e inimigo de Quetzalcoatl.
. Quetzalpetlatl: irmã de Quetzalcoatl.
. Tonatiuh: governava o céu asteca, deus do oriente e do sol.
. Coatlicue: mãe de Huitzilopochtli.
. Tlatoc: deus da chuva
. Xochiquetzal: bela deusa do amor sexual.
. Mictlantechuhtli: senhor do reino dos mortos e deus do mundo inferior.
. Coyolxauqui: filha de Coatlicue.
. Tlazolteotl: deusa da imoralidade.

. MAIAS
. Chac: deus da chuva
. Itzamna: deus do sol, senhor do ocidente e do oriente, do dia e da noite, divindade portadora de conhecimento, cultura e escrita.
. Ekchuah: protegia mercadores e viajantes e era o Líder da Guerra Negra.
. Ixtab: deusa guardiã dos suicidas.

. INCAS
. Viracocha: deus das tempestades e do sol, deus criador supremo dos incas do Peru.
. Inti: deus-sol, divindade benevolente.
. Pachamama: mãe-terra, deusa da fertilidade.
. Mama Kilya: deusa da lua.

PARA CONHECIMENTO E REFLEXÃO
 
"Perdemos o direito de charmarmo-nos americanos, A América é para o mundo, nada mais do que os Estados Unidos: nós habitamos, no máximo, numa sub-américa, numa América de segunda classe, de nebulosa identificação."
Eduardo Galeano
Uruguai
[As Veias Abertas da América Latina]
 
-----------------------------------------------------------------------------------
Nota: este texto reflete fielmente os fatos quando publicado, entretanto, alguns de seus dados podem ter sido alterados com o tempo. Certifique-se de obter informações atualizadas por outras fontes antes de tomar este texto como referência.
-----------------------------------------------------------------------------------
Colabora com informações complementares ou comente este texto aqui ou em: fotoserumos@gmail.com ou levislitz@hotmail.com
-----------------------------------------------------------------------------------
Quer ler mais sobre a América Latina? Visite: Fotos e Rumos (http://www.fotoserumos.com/)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Canon lança no Brasil lente EF 24-105mm f/3.5-5.6 IS STM

Bob Wolfenson, um dos maiores nomes da fotografia de moda, expõe em Curitiba

Lendário grão-mestre de artes marciais virá ao Brasil