sexta-feira, 28 de setembro de 2012

China – País do Meio



China para nós, Zhong Guo para os chineses (Tchon Kuó é uma pronúncia aproximada do mandarim – literalmente em nosso idioma, Zhong Guo significa País do Meio).

Sendo o país mais populoso do mundo, com mais de 1,3 bilhão de habitantes, a China é uma república socialista governada pelo Partido Comunista da China, sob um sistema de partido único. A história da China está registrada em documentos que datam do século XVI a.C. em diante e que demonstram ser aquele país uma das civilizações mais antigas e avançadas do mundo antigo com existência contínua.

Por trás da Cortina de Bambu

Se por um lado os controles econômicos e sociais têm sido progressivamente mais abertos na China desde a década de 1970, por outro, a liberdade política é ainda bastante restrita como é facilmente perceptível quando se está lá – nas ruas, estações de trem, ônibus, aeroportos, nos programas jornalísticos veiculados pela televisão locais, entre outros.

Em 2010, a organização Repórteres sem Fronteiras classificou a República Popular da China na posição 171º (entre 178 estados) em seu relatório anual "Índice de Liberdade de Imprensa".

O governo reprime fortemente as manifestações de organizações e crenças que considera potencialmente uma ameaça para o controle da "estabilidade social", a exemplo do que aconteceu com o protesto na Praça da Paz Celestial em 1989 e como acontece atualmente no Tibete.

Quando estive em Pequim, duas vezes, nos dias 2,3 e 4 e 6,7, 8, 9 e 10 de agosto, a enorme Praça da Paz Celestial era toda cercada por alambrados e tinha o seu acesso restrito por um túnel subterrâneo para verificação, por máquinas de raio-x, de bolsas, mochilas ou pertences que poderiam representar algum tipo de risco a segurança.

Histórias de uma repórter brasileira  

Para saber um pouquinho mais sobre a China indico a obra da jornalista Sônia Bridi, com Fotos de Paulo Zero, denominada "LaoWai" (Estrangeiro), da Editora Letras Brasileiras (2008).   "LaoWai", termo que escutei algumas vezes na China, em especial numa ocasião em que um pai chamou a atenção do filho e apontou para mim dizendo: "LaoWai".

Um país de contrastes


A China é um país fascinante e surpreendente repleto de contrastes envolvidos numa cultura baseada na mescla de mistérios, lendas, guerras, modernidade, tecnologia, entre outras peculiaridades sem fim, onde um viajante pode ter a certeza de que terá uma experiência ímpar – provavelmente a viagem de sua vida, especialmente se viajar sozinho.

Levis Litz
Professor de Tai Chi Chuan e Jornalista - Curitiba - PR.
levislitz@gmail.com | www.TaiChiCuritiba.com.br 
www.FotoseRumos.com | www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 

[Foto: Cidade Proibida, Pequim, China. Por Levis Litz]

Uma viagem ao outro lado mundo



A IDEIA

China, Tailândia, Camboja e Vietnã – estes foram os países que, como um viajante mochileiro, visitei por um período de 49 dias – a intenção era dois meses, porque o Tibete também estava incluso no roteiro, mas por questões internas da China, o visto para aquela região foi bastante dificultada – explicarei em detalhes mais adiante sobre isso.

Meu objetivo, além de conhecer e interagir com as mais diferentes e interessantes culturas daqueles países, foi o de conhecer o meu grão-mestre de tai chi chuan, Chen Zheng Lei, o qual sou um dos representantes de sua linhagem no Brasil. Também, aproveitando minha estadia na China, fui a montanha de Wudang, o berço de um tipo de Kung Fu bem diferente daquele que popularmente conhecemos nos filmes que passam na televisão.

A partir desta pequena introdução sobre minhas andanças, que aconteceram durante os meses de agosto e setembro de 2012, vou disponibilizar aqui muito das minhas experiências por lá, os amores e dissabores, os altos e baixos, relatando os fatos que servirão também de dicas que poderão ser úteis para algum futuro viajante.

Até breve!


Levis Litz
Professor de Tai Chi Chuan e Jornalista - Curitiba - PR.
levislitz@gmail.com | www.TaiChiCuritiba.com.br
www.FotoseRumos.com | www.RevistaTaiChiBrasil.com.br