quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Os efeitos da prática do tai chi em pacientes com diabetes

Para a ciência

Um estudo foi realizado para se conhecer os efeitos da prática do tai chi nos níveis de glicemia, insulina sérica e de receptores de insulina em portadores de diabete melito (DM) tipo 2. Doze pessoas com a idade entre 58-75 anos de idade (66.5 +/- 8.5 anos) com DM tipo 2 participaram desse estudo. Eles foram submetidos a um sistema de práticas do tai chi por oito semanas. A glicemia, a insulina sérica e a atividade dos receptores de insulina foram medidas antes e imediatamente após o estudo de 8 semanas. Os resultados mostraram que durante as oito semanas de prática de tai chi, a glicemia diminuiu (p < 0.05), enquanto que os receptores de alta e baixa afinidade (r1, r2) para a insulina e a capacidade de ligação dos recepetores de insulina de baixa afinidade (R2) aumentou. A insulina sérica aumentou (p < 0.05), mas ainda se apresentou dentro do normal. Na verificação logo após somente uma prática de tai chi, verificou-se que a glicemia, o número de receptores de alta e baixa afinidade de insulina e suas capacidades de ligação (R1, R2) aumentaram (p < 0.05), enquanto que a insulina sérica ficou inalterada. Portanto, as oito semanas de estudo dos efeitos da prática do tai chi demonstraram benefícios sobre as condições de saúde dos pacientes com DM tipo 2".

Por Wang JH

-----------
Referência
U.S. National Library of Medicine and the National Institutes of Health.
NCBI – PubMed – www.pubmed.gov. 1: Med Sport Sci. 2008;52:230-8. PMID: 18487902 [PubMed - in process].
-----------
Publicado na Revista Tai Chi Brasil (www.RevistaTaiChiBrasil.com.br) Edição nº 1 - Set/2009.
Versão do Inglês para o Português: Levis Litz
Revisor Técnico: Médico Marcelo Sato - CRM: 17.790 – PR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário