sábado, 19 de setembro de 2015

Registro fotográfico do "Massacre 20 de abril" se espalha pelo Brasil

As últimas semanas foram de muita postagem para a turma do Lente Quente. O livro e o DVD 'Massacre 29 de abril' aos poucos estão sendo distribuídas pelo país via Correios. Graças a essa rede voluntária de colaboradores no Catarse que a equipe responsável pelo projeto passou a conhecer faz pouco tempo.


As remessas seguiram por correio aos mais distintos destinos, do Amazonas ao interior do Paraná, passandor por Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. A equipe notou também como foi forte o apoio de quem mora em Curitiba, fundamental para a conclusão da empreitada.


Menos de três meses depois do lançamento, chega a fase final das entregas e boa parte da circulação do livro - que chega perto de esgotar a tiragem de 700 exemplares.

Parabéns pela equipe do livro 'Massacre 29 de abril'
Lente Quente no Catarse

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

“Coleção Ipsis de Fotografia Brasileira”, 4º volume: Thomaz Farkas


Coleção Ipsis de Fotografia Brasileira, 4 º volume: Thomaz Farkas*
Coordenação
Eder Chiodetto

​Lançamento do livro e abertura da exposição "Thomaz Farkas - DF​" apresentando fotos inéditas
de dois períodos de Brasília

Dia 
6 de outubro no MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo 


Um momento especial da importante obra de​ ​Thomaz Farkas​,​​​ ​expoente de nossa fotografia,​​ ​será apresentado no novo volume da Coleção Ipsis de Fotografia Brasileira, duas fases de seu olhar sobre Brasília: em seu surgimento de 1958 a 1960, quando, contrastando com o discurso desenvolvimentista que exaltava a imponente arquitetura de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, o interesse do fotógrafo se deteve​ ​nos trabalhadores do Núcleo Bandeirante, os “candangos” que erguiam a nova c​apital​​.

​O​
 segundo período ​ocorre 40 anos depois, em
​ 
1998 e
 2000​ ​a​ partir de um​ convite do Correio Braziliense​ quando Thomaz Farkas volta 
a Brasília e se aplica ao mesmo tema, a gente simples da periferia que apesar de seu​ precário​ cotidiano carrega um​ inerente​​ ​lirismo, sentimento captado pelo fotógrafo nestes habitantes que fizeram a capital federal surgir embora não tenham sido contemplados​ no seu projeto modernista. Em tom crítico declara em sua entrevista ao jornal: “a cidade mudou nas aparências. Mas, para o povo, a vida continua praticamente a mesma." 

Concebido por Eder Chiodetto​, jornalista, pesquisador e​ ​renomado curador da área de Fotografia​, coordenador da Coleção Ipsis, "Thomaz Farkas" é o resultado de um intenso trabalho de pesquisa do curador que resultou em uma inédita seleção d​os trabalhos do fotógrafo sobre Brasília. Em texto de sua autoria, Eder comenta:"A iniciativa de fotografar a construção de Brasília nasceu de uma sugestão do arquiteto Jorge Wilheim e do sociólogo Pedro Paulo Poppovic, amigos de Farkas e proponentes do concurso que resultou na edificação de Brasília. Ao contrário de fotógrafos como o francês Marcel Gautherot e o alemão Peter Scheier, contratados para registrar a construção, Thomaz Farkas realizou as fotografias por interesse pessoal, financiando-as também por conta própria.​"​

Nascido em 1924 em Budapeste, Farkas mudou-se com a família para São Paulo em 1930. Chegando aqui, seu pai que já atuava no ramo de fotografia na Hungria abre a primeira loja Fotóptica. Vivenciando este histórico familiar e o contato direto com a loja, o menino Thomaz começa a fotografar aos oito anos de idade quando ganha de seu pai sua primeira câmera fotográfica.

Em 1942 ao ingressar no pioneiro Foto Cine Clube Bandeirante, Thomaz Farkas inicia um processo de busca por uma linguagem independente. Com esmerado apuro estético prioriza a leitura de composições geométricas entre planos, linhas, volumes, ângulos raros e os efeitos da sombra sobre estes elementos. Deste período, uma de suas primeiras fotos, hoje um clássico, é “Autorretrato com gato”, obra do acervo do fotógrafo que se encontra sob a guarda do Instituto Moreira Salles em regime de comodato.

Posteriormente sua obra ganha outra vertente com contornos mais humanistas: com absoluto prazer Farkas fotografava pessoas, segundo ele, a parte mais importante dentro da fotografia. Com abordagem elegante, afetiva,​ ​sem alarde, se aproximava das pessoas e sem mirá-las diretamente, o fotografado surgia em sua fotografia. Em sua segunda passagem por Brasília, declara ao jornal Correio Braziliense: ‘‘Gosto de gente, como vivem e o que fazem. A imagem é o que me liga com o mundo, com a realidade. O Brasil ainda vai ser descoberto e isso vai partir daqui de Brasília.’’

Este olhar do fotografo atento a presença humana diante do concretismo de Brasília delineia o conteúdo do livro: "Diante dos camelôs que se ajeitam como podem entre estruturas de concreto armado, Thomaz Farkas escolhe celebrar a pulsão de vida que revigora o espaço de convívio em vez de destilar discursos inflamados."​ ​(Eder Chiodeto).

Com evento no MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo, local que o fotógrafo apreciava e era assíduo frequentador, o lançamento do livro agendado para dia 6 de outubro será​ acompanhado da abertura da exposição:
"Thomaz Farkas - DF​"
​, 
com a exibição de 21 fotos, 13 delas inéditas, mostrando cenas dos dois períodos de Brasília
​.
​Complementando​
 o evento, será realizado um​ ​bate-papo com Eder Chiodetto,​ Kiko Farkas, filho e editor dos livros de Thomaz e Juliana de Arruda Sampaio, pesquisadora, autora de “Construção: imagens, discursos e narrativas na Brasília de Thomaz Farkas”, texto de qualificação para mestrado​ apresentado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Com o novo lançamento a Ipsis Gráfica e Editora afirma sua política em investir prioritariamente em projetos editoriais de alta qualidade dando continuidade a uma coleção singular de reconhecido valor que já se tornou uma referê​ncia para a esfera cultural do país. 

 
​Í​
cone da moderna fotografia brasileira, 
​Thomaz
 ​
Farkas é autor de uma vasta obra onde se destaca a busca de uma estética singular voltada para pontos de vista inusitados e novos enquadramentos que privilegiavam 
a​​​ ​essencialidade.
 

Como exclamava o genial Farkas: "Viva a fotografia!" 


Lançamento: “Coleção Ipsis de Fotografia Brasileira”, 4º volume: Thomaz Farkas
* Edição impressa sob a autorização da Thomaz Farkas Estate, detentora dos direitos autorais juntamente
com o Instituto Moreira Salles.
Realização: Ipsis Gráfica e Editora
Concepção​, organização e textos: Eder Chiodetto
Preço de capa: R$ 50,00
Quando: terça-feira, 6 de outubro, às 19h00
Onde: MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Av. Europa, 158, Jd. Europa 

Exposi
ção:
​ 
"Thomaz Farkas - DF​​", 21 fotografias pb, 13 inéditas.
Curadoria: Eder ​
​Chiodetto​
Quando:de 6 a 14/10/2015​

Visita: terças a sábados, das 12 às 21h, domingos e feriados, das 11 às 20h.
 Onde: MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Av. Europa, 158, Jd. Europa
E​
ntrada franca, acesso para deficientes

Bate-papo com Eder Chiodetto Kiko Farkas e Juliana de Arruda Sampaio
Quando: terça-feira, 6 de outubro, às 19h30
Onde: Auditório do MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Av. Europa, 158, Jd. Europa

172 lugares, entrada franca, acesso para deficientes​ 

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Encontro debate o Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas

Acontece na próxima segunda-feira (14) no Palácio dos Estudantes a conferência setorial sobre o Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PMLLLB). Programado para acontecer das 19h às 22h, o encontro reunirá profissionais e usuários de bibliotecas, educadores, estudantes, livreiros, editores, escritores, mediadores de leitura, contadores de histórias, agentes de leitura, gestores da área e demais interessados.

A audiência pública tem como objetivo apresentar, debater e aprovar a minuta do PMLLLB, a qual proporá as diretrizes das políticas públicas para a área, visando enviá-la como projeto de lei à Câmara Municipal de Curitiba.

O PMLLLB busca delinear as diretrizes das políticas públicas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, com base nos Planos Nacional e Estadual, a partir de 4 eixos estratégicos: 1) democratização do acesso; 2) fomento à leitura e à formação de mediadores; 3) valorização institucional da leitura e de seu valor simbólico; 4) desenvolvimento da economia do livro.

Serviço:
Data: 14/09/2015
Horário: 19h às 22h (Credenciamento a partir das 18h30)
Local: Palácio dos Estudantes
(Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1157)
Informaçõespmlllb@fcc.curitiba.pr.gov.br
Texto preliminar disponível em https://pmlllb.wordpress.com

Chega a Curitiba Mel Lisboa com "Rita Lee Mora ao Lado"

Foto Divulgação
Após temporada de sucesso em São Paulo no ano passado, o espetáculo “Rita Lee Mora ao Lado” está em turnê pelo Brasil. Estrelado pela atriz Mel Lisboa e grande elenco, o musical tem única apresentação em Curitiba, dia 12 de setembro às 21h15, no Guairão. 

Inteligente, sagaz e talentosa. Essas são algumas características marcantes de um dos maiores nomes da história do rock brasileiro: Rita Lee. E para alegria dos fãs a sua história finalmente ganha vida nos palcos com a superprodução “Rita Lee Mora ao Lado, O Musical”, estrelado pela atriz Mel Lisboa e grande elenco. O texto de Paulo Rogério Lopes, Márcio Macena e Débora Dubois é uma comédia adaptada do livro “Rita Lee Mora ao Lado – Uma Biografia Alucinada da Rainha do Rock”, do escritor Henrique Bartsch. Após temporada de sucesso em São Paulo no ano passado, o espetáculo está em turnê pelo Brasil e vem a Curitiba. 

Marcio Macena e Débora Dubois assinam a direção artística do musical realizado pela Cantando na Chuva Criações. Como na obra, a peça mistura realidade e ficção, para contar a trajetória da cantora desde a época dos Mutantes, nos anos 60, até os dias de hoje, por meio das divertidas confusões de Bárbara Farniente, uma vizinha que sempre acompanhou de perto a vida da família da cantora, já que sua mãe era apaixonada pelo pai de Rita. Bárbara nasce no mesmo dia e na mesma hora da artista e as vidas das duas se cruzam em vários episódios. O foco da montagem é a mulher e estrela do rock a partir da ótica dos autores sobre sua infância, a adolescência, seu encontro com a música e seus amores. A trama apresenta detalhes pouco conhecidos da vida da artista sobre um pano de fundo que inclui personagens da música dos últimos 50 anos. 

Ruiva e ostentando a famosa franjinha da cantora, Mel cantará clássicos como "Agora Só Falta Você", "Saúde", "Banho de Espuma", "Caso Sério", "Menino Bonito", "Panis et Circensis", "Ando Meio Desligado", entre outros. São ao todo 39 canções no espetáculo – incluindo também músicas de artistas que de alguma forma integraram e marcaram a vida de Lee, como Beatles, Ray Charles, Tim Maia, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Elis Regina, Gal Costa e os marcantes encontros nos programas de Ronnie Von, Hebe Camargo e muitos outros. “Rita Lee Mora ao Lado” é repleto de canções que marcam os trabalhos de Rita em formações como Teenager Singers, Tutti Frutti e Mutantes, além de sua carreira solo e as parcerias com Roberto de Carvalho. 

Serviço: 
Rita Lee Mora ao Lado, O Musical - Mel Lisboa e grande elenco. 
Dia 12 de setembro às 21h15
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto - Guairão
Classificação: Livre
Ingressos: Plateia: R$ 190,00 (filas A.B e C inteiras e D central); R$ 180,00 (fila D laterais, E, F e G inteiras), R$ 170.00 (filas H a V); 1º balcão: R$ 150,00 (filas A, B e C); R$ 140,00 (filas D, E, F, G, H e I); 2º balcão: R$120,00 (filas A, B e C), R$ 110,00 (filas D, E, F, G e H). Taxa administrativa: R$ 6,00. Desconto de 30% para o Cartão da Gazeta do Povo e 20 % para o Cartão Teatro Positivo.

Tai Chi & Poesia na Praça do Tai Chi em Curitiba


Mais uma atividade está despontando na Praça do Tai Chi em Curitiba. É um momento compartilhado: primeiro o público terá a oportunidade de praticar tai chi com o professor Levis Litz do Grupo Tai Chi Curitiba e depois os presentes poderão praticar um pouco de leitura e interpretação de poesias, contos, entre outros.

Outra novidade é o horário alternativo que desta vez sairá da rota costumeira das manhãs de sábado para o fim da tarde. A participação é gratuita e todos podem fazer parte da "brincadeira".

Esta é uma iniciativa do professor Levis Litz - que especialmente para este evento, recebeu do ator e poeta Eduardo Tornaghi uma obra de sua autoria: "Aí está Levis, alguns textos estão ancorados no Tai Chi, use à vontade. E todo sucesso à farra de ler.", diz o ator.

Tai Chi & Poesia conta ainda com o apoio do Conselho Comunitário de Segurança do Bairro Água Verde. Agradecimentos a Prefeitura Municipal de Curitiba e ao ator/poeta Eduardo Tornaghi.

Serviço:
Tai Chi & Poesia
Participação aberta e gratuita
Dia: 19 de setembro (sábado)
Horário: às 18h00
Local: Praça do Tai Chi, esquina da Av Água Verde com Rua Guilherme Pugsley, Água Verde, Curitiba

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Sabrina Sato na onda do Beto Carrero World

Programa da Sabrina gravado no Beto Carrero World vai ao ar neste sábado

O Programa da Sabrina gravado no Beto Carrero World vai ao ar neste sábado (05), às 20h30, na Rede Record. A apresentadora e a equipe de produção do programa estiveram no Parque no início de agosto, para gravar o quadro "Pausa para o Amor". Desta vez os protagonistas do quadro foram o casal Luis e Liane.

Tudo começou quando Luis, esposo de Liane, procurou o Beto Carrero World para fazer uma surpresa no dia do aniversário dela, que trabalha em uma das sorveterias do Parque. Ao saber da história do casal, a equipe do Parque sugeriu para Luis, que ele e a esposa fossem protagonistas do quadro "Pausa para o Amor" no Programa da Sabrina. Luis, um eterno apaixonado pela esposa, topou a ideia de preparar uma mega surpresa para Liane em rede nacional. A produção do Programa da Sabrina se interessou muito pela história dos dois e topou fazer uma "pausa para o amor" de Luis e Liane no Beto Carrero World.

No dia da gravação, a esposa de Luis pensou que aquele seria mais um dia normal de trabalho. Para que ela não desconfiasse de nada, a produção armou uma "pegadinha" para Liane na sorveteria. Um ator contratado reclamou do serviço para a atendente e ela teve que encaminhá-lo até o setor responsável pelo atendimento aos visitantes.

Ao chegar próximo ao departamento, Liane foi surpreendida com um flashmob executado pelos bailarinos e artistas do Beto Carrero World. Ela não segurou a emoção e percebeu que aquele não seria apenas mais um dia de trabalho.

Com um buque de rosas vermelhas nas mãos, Luis estava à espera da esposa ao lado de Sabrina Sato para homenageá-la. Com lágrimas nos olhos, ele disse algumas palavras para Liane e, naquele momento, reafirmou mais uma vez todo seu amor por ela. Após as gravações do quadro, o casal teve um dia de diversão pra lá de especial no Parque.

Você confere o programa completo neste sábado (05), às 20h30 na Rede Record.
 As aventuras de Sabrina Sato

A apresentadora Sabrina Sato chegou ao parque de helicóptero por volta das 9h30, onde iniciou as gravações para o quadro do programa. Durante um intervalo e outro, a apresentadora se divertiu com os personagens da DreamWorks, participou do Show Velozes e Furiosos e se aventurou nos radicais do Parque. Sabrina se divertiu muito e afirmou que pretende voltar com a família e amigos, Sabrina ainda enfatizou dizendo que "tem muito orgulho de ter um Parque como este no Brasil".

Making Of - Sabrina Sato no Beto Carrero World: https://goo.gl/S0ISgS
Sabrina Sato fala sobre Beto Carrero: https://goo.gl/OuOtVq 
----------------------------------------
Informações Beto Carrero World
Telefone: (47) 3261-2222